quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

VOCÊ IRÁ SOFRER...

Que a paz de Cristo esteja com todos vós.

Compartilho uma mensagem do Pastor John Piper com tradução de Rupert Teixeira - www.vemvertvblog.com
Será que estamos preparados para viver a Glória de Deus mesmo no sofrimento?

Será que estamos preparados para servir e Glorificar a Deus mesmo no sofrimento?
Será que Cristo nos prometeu a "vida boa" que tantos oferecem por aí em suas pregações?


Que Deus abençoe a sua vida.
Sylas Motta

video

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A NOVA ORDEM MUNDIAL E AS SOCIEDADES SECRETAS - Parte 3


ROSACRUZ


Segundo a lenda que consta no documento “Fama Fratermitatis”, de 1614, essa fraternidade teria sido fundada por Christian Rosenkreuz (Cristão Rosacruz), que inicialmente era designado por “Irmão C.R.C.). Christian Rosenkreuz nasceu em 1738, na Alemanha, junto ao rio Reno. Filho de pais ilustres mas com poucas posses materiais, sua educação iniciou aos 4 anos numa abadia onde aprendeu 03 idiomas, grego, latim e hebraico e foi também iniciado na magia. Aprofundou-se nas artes ocultas em 1393, quando visitou Damasco, Egito e Marrocos acompanhado de um monge após o falecimento de seu mestre em Chipre. Somente após o seu retorno para a Alemanha, em 1407, que fundou a Fraternidade da Rosa Cruz, seguindo os ensinamentos de seus mestres árabes que, segundo conta a lenda, o teriam curado de uma doença e o iniciado na prática do ocultismo. Ainda consta que teria passado 05 anos na Espanha onde três discípulos redigiram os textos que teriam sido os iniciadores da sociedade, onde teriam formado a Casa Sancti Spiritus ou a Casa do Espírito Santo, onde através da cura de doenças e do amparo daqueles que careciam de alguma assistência, desenvolveram os trabalhos da fraternidade com a pretensão futura de guiar os monarcas na boa condução da humanidade. Ainda, segundo o texto, Christian faleceu no ano de 1484 permanecendo sua tumba desconhecida por 120 anos quando, secretamente, teria sido redescoberta em 1604. Em sua cripta teriam sido encontradas inscrições estranhas e sobre a porta da mesma parecia haver uma inscrição que foi traduzida como “daqui a 120 anos eu voltarei”. Apesar de todas as afirmações do texto Fama Fratermitatis, a data de fundação da Ordem Rosa Cruz é discutível devido ao simbolismo e ao hermetismo do conteúdo dos manifestos, seus aspectos numéricos e suas concepções geométricas.

O nome Christian Rosenkreuz é simbólico e, segundo diversos manifestos, teria parelelo com Cristo ou Christos ou Khrestos, Rosen ou Rosa e Kreuz ou Cruz.

Existe ainda uma outra lenda menos difundida de origem na literatura maçônica falando da origem de uma sociedade secreta altamente hierarquizada no século XVIII na Europa central e de leste denominada “Gold un Rosenkreuzer” (Rosacruz de Ouro). Segundo a lenda, essa sociedade teria, sem sucesso, tentado submeter a maçonaria ao seu poder. Segundo o texto a Ordem Rosa Cruz teria sido criada no ano 46 por um sábio gnóstico de Alexandria chamado Ormus e mais seis discípulos seus, todos convertidos (segundo a lenda) por Marcos, o evangelista. A Ordem seria, portanto, uma fusão do Cristianismo com a Mitologia Egípcia, aonde Rosenkreuz teria sido um dos iniciados e não o fundador da mesma. No livro Magicians, Seers, and Mystics (Magos, Videntes e Místicos) escrito por Maurice Magre (1877-1941), Rosenkreuz teria sido o último descendente da família Germelschanusen, de origem Alemã do Século XVIII. O castelo da família ficava na Floresta Turíngia na fronteira de Hesse e seguiam as doutrinas Albigenses. Toda a família teria sido condenada a morte pelo Landgrave Conrad com exceção do filho mais novo que tinha 05 anos de idade na época. Colocado secretamente em um mosteiro sob a influência dos Albigences, conheceria mais tarde 04 irmãos e se associaria a eles na fundação da Irmandade Rosacruz.

Entretanto a existência ou não de Christian Rosenkreuz não é unânime entre os rosacrucianos, sendo visto por alguns como um pseudônimo usado por personagens históricos.

O fato é que a primeira informação pública sobre a Rosacruz origina-se de três documentos chamados “Manifestos Rosacruz”, onde o primeiro foi publicado na cidade de Camel no ano de 1614 em Kassel, Alemanha. A data é também incerta já que cópias do mesmo circulavam já no ano de 1611. Esse manifesto chamava-se Fama Fraternitalis, o mesmo citado anteriormente. Outros dois: Confessio Fraternitalis (Confissões da Fraternidade) publicado em 1615 e Chymische Hockeit Christiani Rosenkreuz (Núpcias Alquímicas de Christian Rozenkreuz) publicado em 1616 e posteriormente também na cidade de Estrasburgo, França, em 1681 completam a lista de manifestos públicos sobre esta Fraternidade. Este livro conta sobre um casamento em que um dos convidados é morto, mas, é ressuscitado por meios da alquimia. Um dos personagens principais do livro é uma misteriosa mulher chamada Virgo Lucifera, o que significa virgem de Lúcifer Os textos mostravam a necessidade de reforma da sociedade humana, a nível religioso e sócio-cultural, e sobre a forma de atingir esse objetivo através de uma sociedade secreta que promoveria essa mudança no mundo. O terceiro manifesto, Núpcias Alquímicas de Christian Rozenkreuz, descreve um episódio iniciático na vida de Christian aos 81 anos de idade.

A Rosacruz hoje não é tão comentada como antigamente mas, dentre os seus membros conhecidos do passado, podemos citar Michael Maier, Sir Francis Bacon, John Dee, Mozart, Benjamin Franklin, Thomas Jefferson e Isaac Newton. Um poema conhecido como A Trinórdia das Musas escrito em 1638 por Henry Adamson traz um trecho que parece reforçar a possibilidade desta Fraternidade ter se originado na Maçonaria:

"Pois somos irmãos da Rosa Cruz / Temos a palavra maçônica e a segunda visão / Coisas que vão ocorrer predizemos corretamente”.



            No próximo post falarei sobre os símbolos da Rosacruz.

            Fiquem com Deus,
            MM Sylas Motta


            Para saber mais:

            Revista Online Rosacruz

            Livro: Magicians, Seers, and Mystics (Magos, Videntes e Místicos)
            Maurice Magre
           
             

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

CONVENÇÃO DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS APÓIA CANDIDATA DO ABORTO

Graça e paz a todos os leitores do BLOG.

Hoje eu gostaria de comentar um fato lamentável que ocorreu no meio evangélico. A CONAMAD - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, publicou uma Carta a Nação Brasileira declarando total apoio a candidata Dilma Russef.

Vamos analisar friamente o que envolve essa questão.

A candidata já vinha declarando ser favorável ao aborto em diversas entrevistas concedidas a meios de comunicação. Em uma delas (em vídeo) onde fala a Revista Gente, Dilma Russef declara-se favorável ao aborto em diversos momentos. No final da entrevista ela declara ser favorável ao aborto em qualquer condição, por opção da mulher. Meus queridos, se isso não é ser favorável ao aborto o que é então?
Veja no vídeo abaixo:


video


Mais grave ainda é a posição do partido. Na Resolução do 3º Congresso do partido você encontrará na página 82 - 4º ítem a posição favorável do partido ao aborto. O PT chega a dizer que o aborto pode ser praticado no caso de gravidez indesejada. Meus queridos, novamente eu pergunto: Se isso não é ser favorárvel ao aborto o que é então?

Vocês podem baixar esse documento no link:

http://www.pt.org.br/portalpt/images/stories/arquivos/livro%20de%20resolucoes%20final.pdf   


Como a CONEMAD pôde não consultar a posição do partido sobre esse assunto antes de soltar para a imprensa uma carta desastrosa como essa?

E o que dizer de todas as convenções ligadas à CONEMAD? Também estão do mesmo lado, à favor do assassinato?

Como vão responder ao Brasil sobre essa desastrosa declaração já que o assunto já está indo a público.


Nós evangélicos merecemos uma resposta imediata sobre esta lastimável carta que partiu de uma Convenção Religiosa de peso.

Nós evangélicos precisamos lutar pela vida e não pelos interesses como a CONAMAD acaba de fazer ao publicar esse desastre que foi a CARTA À NAÇÃO BRASILEIRA.
Que Deus nos Guarde
MM. Sylas Motta

sábado, 11 de setembro de 2010

A NOVA ORDEM MUNDIAL E AS SOCIEDADES SECRETAS - Parte 2

CAVEIRA E OSSOS

A sociedade Caveira e Ossos (Skull and Bonés) secreta foi criada no século XIX, nas dependências da Universidade Yale. É pouco conhecida quando compara a outras sociedades como a Maçonaria, mas tem suas raízes, ensinos e objetivos fundamentadas no grande arquiteto do mal, Satanás.  É uma sociedade altamente secreta formada por uma elinte de iluminados que trabalham em prol de um governo mundial único, mais precisamente conhecido como Nova Ordem Mundial. Adotam uma simbologia  que demonstra a fonte de seus propósitos, um crânio humano sobre dois ossos cruzados, o mesmo visto em frascos de veneno. Esta sociedade possui um número reduzido de seletos membros, tendo com um dos líderes um dos banqueiros mais ricos e poderosos no mundo, David Rockefeller. Aliás, Rockefeller fez, em 10/02/1988, uma declaração bem intrigante no jornal Washington Post sobre Geroge Bush. Em sua entrevista Rockefeller afirmou que Bush tinha o conhecimento, obteve o posto e, como presidente estaria em melhor posição do que qualquer outra pessoa da América para unir o povo americano que acredita que estamos vivendo em um só mundo e que temos de agir em conjunto. Nessa época, Bush ocupava o cargo de Vice-presidência dos EUA e, nessa época, trabalhou bastante pela implantação da Nova Ordem Mundial. O interessante é que Rockefeller afirmou que Bush tem o conhecimento. Seria uma referência ao movimento Gnóstico ou ao posto ocupado na sociedade secreta Caveira e Ossos?.

No ano de 1990, em um discurso na ONU, Bush (agora como presidente dos EUA), disse uma frase também muito intrigante. Bush afirmou que “estamos passando para uma Nova Ordem Mundial". Na verdade Bush repetiu essa mesma frase por cinco vezes. Quinze dias depois, já no Congresso Americano, Bush afirmou que "Estamos passando para uma Nova Era e uma Nova Ordem Mundial".
Em 18 de Fevereiro de 1991 o jornal Los Angeles Times publicou o seguinte discurso de Bush: "E uma grande idéia: Uma Nova Ordem Mundial, em que diversas nações se unem numa causa comum... Somente os Estados Unidos tem a posição moral e os meios para respaldá-la".
Falar sobre Bush nos mostra que não estamos longe da influência dessas sociedades. Atuam disfarçadas, dando a impressão de terem uma outra face. Alguns de seus personagens, como Bush,  dão a idéia de que serem Cristãos ou de estarem do lado do bem. Mas vamos voltar a falar um pouco mais sobre essa irmandade.

A Irmandade da Morte
A Skull & Bones (Caveira e Ossos) apesar de pouco conhecida, é uma das mais ricas e poderosas sociedades secretas, e carrega características obscuras e sombrias. Possui entre seus membros pessoas de influência como o Ex-presidente dos EUA Gerorge W. Bush. Há uma lenda que diz ser a Skull & Bonés parte de um sistema conhecido como A Irmandade da Morte. Como dissemos antes, nasceu na Universidade de Yale, no ano de 1833, como um braço da Thule, confraria ocultista alemã que teria também iniciado Adolf Hitler nos caminhos secretos do satanismo. Além de políticos famosos como os Bush (pai e filho) é dominada por famílias poderosas como os Rochkefellers, J.P.Morgan, Taft, Stinsom, Whitney, Bundy, Harriman, Weyerhaeuser, Sloane, Pillsbury, Payne, e Wadsworth.

Só Homens
A Skull & Bones somente aceita homens como membros e são conhecidos como “Bonesmen”. Além do símbolo tradicional, uma caveira com ossos se cruzando, seus membros usam também o conhecido gesto feito com o dedo indicador e o dedo mínimo levantados.


Iniciação




Todas as suas atividades são realizadas em segredo e as atividades de iniciação de um novo membro parecem ocorrer em um local secreto na Universidade de Yale. É muito difícil conseguir informações sobre a Caveira e Ossos, daí algumas delas serem um pouco vagas. O ingresso ocorre apenas por convite, sendo que seus potenciais membros (aqueles que serão formalmente convidados) são cuidadosamente investigados para ver se atendem aos requesitos. Caso seja convidado e aceite deverá passar pela iniciação sendo que a primeira noite do iniciado é  extremamente importante. Ali ele fará o seu juramento de lealdade e total obediência a sociedade secreta. Alguns compromissos passam por juramentos sérios, mesmos mortais, tal como na Maçonaria. A primeira noite também selará o iniciado a sociedade por meio dos rituais, juramentos e confissões. O auge da iniciação acontecerá com a Cerimônia de Renascimento, que acontece em um grande caixão. Ela simboliza a morte do iniciado para o mundo e o seu renascimento para a Ordem. Após isso a Ordem veste o cavaleiro recém-nascido com vestes especiais, implicando que, de agora em diante, ele se ajustará à missão da Ordem.



Nomes Secretos
Uma jornalista de nome Alexandra Robbins que também graduou-se na Universidade de Yale no ano de 1998 e trabalha na sucursal de Washington da revista The New Yorker escreveu detalhes importantes sobre os nomes secretos da conhecida Sociedade da Irmandade da Morte ou Caveira e Ossos. Ela também detalha na matéria sobre o envolvimento da família Bush.

Robbins diz:
"Os novos membros da Caveira e Ossos recebem nomes secretos, pelos quais os outros membros para sempre os conhecerão... O nome Diabo Comprido é atribuído ao membro mais alto; Boaz (abreviação de Belzebu) é dado a qualquer membro que seja capitão da equipe de futebol da universidade... Averell Harriman era Thor, Henry Luce era Baal, McGeorge Bundy era Odin. O nome Magogue é tradicionalmente atribuído ao novo membro que seja considerado como aquele que tenha a maior experiência sexual, e Gogue é dado ao novo membro que tenha a menor experiência sexual. William Howard Taft e Robert Taft eram Magogues. Assim também, interessantemente, era George Bush."

Mas cada um desses nomes corresponde a uma entidade ou personagem satânico. 
Vejamos:



-  Belzebu: também conhecido como o Senhor das Moscas, é conhecido por esse nome há aproximadamente 4.000 anos. Os fariseus acusaram Jesus Cristo de operar seus milagres em cooperação com Belzebu que pode ser conferido em Mateus 12:22-37. 



-  Thor: Era o deus nórdico do trovão, o filho de Odin e membro do Aesir. Havia até mesmo um seriado na TV sobre Thor onde ele esmagava a cabeça dos gigantes com seu poderoso martelo. Thor é comparado com o deus grego Zeus e com a deusa ateniense mais popular, Atena. Thor percorria a Terra Média [Senhor dos Anéis] em seu carro puxado por dois bodes. Sua morada era no Thrutheim [Terra da Força] e seu salão, Bilshkinir. O nome de sua mulher era Sif, a deusa do trigo.



     - Odin: Tem como símbolo uma lança mágica chamada Grungir que nunca erra o alvo. Também possui um anel mágico chamado Draupnir, que pode criar nove de si mesmos toda noite. Segundo a tradição, Odin colocou esse anel na pira funerária de seu filho Balder, que o devolveu a ele a partir do mundo dos mortos. Odin tem dois lobos (Geri e Freki) e dois corvos (Hugin – seu pensamento e Munin – memória). Esses corvos são enviados todos os dias para coletar informações para ele. Adolf Hitler pretava adoração a Odin e rezava para ele todos os dias. [Trevor Ravenscroft, The Spear of Destiny]. "Odin é o líder dos deuses nórdicos e tem uma miríade de nomes, incluindo Allfather, Ygg, Bolverk (o ímpio), e Grimnir. Ele também tem muitas funções dentro dos mitos, incluindo ser o deus da guerra, da poesia, da sabedoria, e da morte. Entretanto, não é considerado o "principal" deus de cada uma dessas funções.




- Gogue e Magogue: Na passagem do livro de Ezequiel, no capitulo 38, vemos que Deus amaldiçoa Gogue, da terra de Magogue. O fraseado dessa profecia deixa bem claro que Gogue é um demônio nacional e sua terra chama-se Magogue O interessante é que na Rússia há um demônio soberano chamado Gogue e a terra que ele tem responsabilidade diante de Satanás chama-se Magogue. Também vemos uma citação em Apocalipse 20:7-8: "E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha."

-  Baal: "Filho de El (deus do trovão e dos relâmpagos); Baal era o deus-sol dos cananeus e dos fenícios; a adoração a esse deus alastrou-se entre os antigos israelitas. Na Bíblia, Baal também é conhecido como Belzebu"
-        [Fonte: Ancient History 









Algumas imagens sobre a Sociedade Caveira e Ossos














Foto da Skull & Bones: George W. Bush é o que está na fileira de trás, exatamente à esquerda do relógio. Só aceitam homens nesta sociedade secreta. Talvez não tenha sido por acaso que formaram a foto com seis (6!) membros de cada lado do relógio e três (Triângulo!) no centro (formações números muito usados no ocultismo).











Foto antiga do local de reunião da Skull & Bones (ou a fachada dele), que fica na Universidade de Yule, EUA.


























Uma foto mais nova do templo da Skull & Bones.





símbolos do Nazismo e da Skull & Bones aparecem juntos

A imagem de um convite original da Skull & Bones.


domingo, 8 de agosto de 2010

A NOVA ORDEM MUNDIAL E AS SOCIEDADES SECRETAS - Parte 1

“Meu povo está sendo destruído por falta de conhecimento”(Os. 4:6)


Quando falamos sobre a Nova Ordem Mundial estamos falando também de uma série de organizações conhecidas como Sociedades Secretas que trabalham com o objetivo de um novo modelo de governo, o governo único.
A tentativa da instalação de um governo mundial único não é recente. Vamos encontrar Ninrode que foi o primeiro poderoso na terra e que trouxe confusão sobre a mesma com a sua torre de Babel. Vamos encontrar Nabucodonosor, os faraós do Egito, Alexandre o Grande, os Césares, os Papas e outros, todos que tentaram dominar o mundo, todos que buscaram a glória de exercer o poder único. Existe a afirmação de que todos foram considerados anticristos em suas épocas. Mas não podemos negar que foram verdadeiras marionetes do grande arquiteto dessa trama: Satanás.
As sociedades secretas são os celeiros do movimento que trabalha pela implantação da Nova Ordem Mundial e muitas são bem conhecidas entre a humanidade. Podemos citar as mais influentes: Maçonaria, Iluminados, Rosacruz, Caveira e Ossos, Antroposofia, Logosofia, Teosofia, Eubiose. Submissas a elas existem uma gama de organizações não secretas de caráter filantrópico, caritativo, social e humanitário com o objetivo de passar a imagem do movimento como beneficiente. Dentre elas temos a própria ONU e suas subsidiárias, o Clube de Roma, a Fundação Rockefeller. Entretanto nem todas as organizações beneficientes estão ligadas ao movimento e aqui reside um outro perigo. Algumas delas tem sido associadas à esses movimentos por pessoas desinformadas, o que tem gerado mais confusão e reações não adequadas dos movimentos cristãos. Procure, antes de fazer algum julgamento, pesquisar mais profundamente as informações que receber. Eu mesmo tenho encontrado algumas inverdades, mesmo entre cristãos.

            No decorrer deste estudo que será dividido em várias partes, vamos conhecer um pouco sobre essas sociedades:


POR DENTRO DA MAÇONARIA
           
            É conhecida como o lado escuro da luz, também chamada de Franco-maçonaria. Ela está presente em todos os países ocidentais mas já ganhou força também no oriente. Hoje estima-se que existam aproximadamente 5,5 milhões de maçons espalhados pelos cinco continentes.  A maçonaria não se apresenta como uma religião e sim uma fraternidade. Entretanto os maçons crêem em um ser supremo, o grande arquiteto do universo também chamado de G.A.D.U.
  
            Sua origem:

            Maçonaria primitiva
            A história da maçonaria inicia pela chamada maçonaria primitiva, que abrange o conhecimento da humanidade em tempos remotos indo até o período da maçonaria operária. Os dados sobre a maçonaria primitiva são muito controversos ora evocando sua origem nas primeiras civilizações, ora porém no ocultismo, na magia e nas crendices primitivas como origem para o sistema filosófico e doutrinário. Essas controversas acabaram gerando diversas correntes dentro da maçonaria sendo que os historiadores aceitam como origem provável da maçonaria moderna nos antigos construtores de igrejas e catedrais na Idade Média. Esses dados porém carecem de documentos históricos dignos de crédito o que deixa a maçonaria numa penumbra histórica. Isso gera ainda mais confusão sobre a sua origem sendo que alguns afirmam sua origem ter se dado na Mesopotâmia, sendo ainda associada por outros aos movimentos religiosos do Egito e dos Caldeus. Ainda há uma outra corrente que afirma ser o Templo de Salomão o berço da maçonaria.
Na Bíblia Tubalcaim é citado como o primeiro homem a fazer uso do cobre e do ferro nas construções. Tubalcaim é citado entre os maçons como o primeiro maçom. Infelizmente os escritos sagrados não são considerados côo evidência histórica levando a os historiadores a reconhecerem o ano de 1966 como origem da maçonaria. Descendente de Caim, filho de Lamec com Seba, este homem Tubalcaim viu em seu pai um exemplo de um homem homicida e polígamo (Gn 4:22-24).
A lista tem segue com o bisneto de Noé, da descendência de seu filho Am, conhecido como Ninrode. É considerado o fundador de Níneve e Babilônia. É o arquiteto da Torre de Babel. O patriarca mais reverenciado pelos maçons, entretanto, é Hiram Abif. Há uma relato conhecido dos maçons afirmando que durante a construção do templo de Salomão, este contava com a ajuda do rei de Tiro Hiram (ou Hirão) e contratou o filho de uma viúva também chamado Hirão (1 Reis 7: 13-14). Vamos encontrar, segundo os maçons, relatos bíblicos citando Hirão como bronzenista. Segundo a maçonaria o bronzenista (Hirão) é tido como mestre em 3º grau e seus 3 ajudantes seriam 2º grau.

Maçonaria Operária:
Sua origem perde-se na Idade Média, na associação de cortadores de pedras que dedicavam-se a construção de castelos, muralhas e outros.
Com o declínio do Império Romando os nobres migraram das antigas cidades levando consigo camponeses para proteção mútua dos bárbaros. Em novas terras esses nobres careciam de mão de obra para a construção de castelos e fortificações. Aqui iniciava o Feudalismo e essas fortificações serviam de proteção para o feudo. Os camponeses que vieram com os nobres dominavam o conhecimento para essas construções (a arte de construção não era nobre, por isso deveria vir do povo). Como não havia uma relação entre a agropecuária e a arte de construção surgiu então uma nova classe: a dos construtores, herdeiros das técnicas romanas e gregas da construção. Pouco a pouco o ofício de pedreiro passou a ser uma posição cobiçada no meio do povo. Certas regalias pareciam ser concedidas a essa classe como, por exemplo, o direito de ir e vir desde que guardassem o segredo das construções. Caso isso não fosse respeitado cessavam as regalias concedidas. Foi nessa fase que a Igreja Romana encontrou terreno fértil para o seu crescimento tornando-se talvez a maior proprietária feudal.

Maçonaria Especulativa
Corresponde a segunda fase utilizando os moldes de organização dos maçons operários associados ao pensamento iluminista e outros ingredientes fundamentais como a ruptura com a Igreja Romana e a reconstrução da cidade de Londres, berço da maçonaria regular. As construções, entretanto, foram ficando mais raras e logo veio a queda do feudalismo, dando lugar ao mercantilismo. Com o enfraquecimento da igreja romana houve uma ruptura com a reforma protestante. Logo em seguida houve a tragédia da peste negra que dizimou a população mundial sendo mais forte na Europa. No século XVII surge o iluminismo dando ênfase à razão e a ciência para explicar a origem do Universo em contraposição a Fé. Em 1966 a cidade de Londres foi consumida por um incêndio de grandes proporções. Muitos pedreiros uniram-se para reconstruir a cidade nos moldes medievais. A Inglaterra surge então como o berço da maçonaria especulativa. Para se manter foram aceitas outras classes de artífices e essas pessoas formaram paulatinamente agremiações que mantinham os costumes dos  pedreiros nas suas reuniões, o que diz respeito ao reconhecimento dos seus membros por intermédio dos sinais característicos da agremiação. Essas associações sobreviveram ao tempo entretanto já não praticavam mais a guarda dos segredos das construções. Ao contrário, estudavam-nos publicamente e tinham o objetivo agora de construir o edifício social ideal.

            Pilares da Maçonaria

            Fundamenta-se em três pontos:
            - Paternidade de Deus: Deus é o pai de toda a humanidade independente de sua crença religiosa. É inatingível e distante, revelando-se através da natureza e da consciência humana. Consideram como nomes de Deus de Jabulon, jeovah, Bel ou Ball e Om, formando assim a “Trindade Maçônica

- Fraternidade Universal: Todos os homens são irmãos espirituais. Através do auto-conhecimento pode-se chegar ao conhecimento de Deus, o que faz do homem um ser divino. Incentivam a fé no próprio homem, que pode ser elevado ao nível de Deus, tornando-o passível de adoração.

- Imortalidade da Alma: Deus é o pai de todos e, consequentemente, todos somos irmãos. A salvação de toda a humanidade é fato, rumo ao oriente eterno. Os maçons enxergam-se como puros, sem pecado, sendo esse o motivo de usarem o símbolo dos velos e aventais. A teosofia, a alquimia, o esoterismo e ciências ocultas começaram a influenciar a maçonaria a partir do século XVI, que são os elementos precedentes da Ordem da Rosa Cruz. Entretanto alguns grupos maçônicos não aceitaram trilhar por esse caminho, separando-se da corrente esotérica. É uma fraternidade que usa como atrativo seus segredos, o que leva muitos a seguirem a fraternidade sem saber verdadeiramente o que há por trás dela.

Eventos e personalidades ligadas a maçonaria

.Revolução Francesa;
.Independência dos Estados Unidos, que teve pelo menos 14 presidentes maçons, 18 vice-presidentes, a maioria dos juízes da corte suprema, muitos governadores, além de vários membros do Congresso;
.O fundador da máfia, Giuseppi Mazzini foi uma grande figura entre os  maçons do século 19;
.Albert Pike (militar americano) foi general e grande escritor de livros maçônicos, além de idealizar a criação da seita Ku Klux Klan (perseguição e morte de negros);
.Joseph Smith, pai do Mormonismo (seita Mormons) foi maçom grau 33;
.A capital dos Estados Unidos foi totalmente projetada com símbolos maçônicos
.No Brasil temos várias figuras e eventos com a marca da maçonaria: A inconfidência mineira, onde Tiradentes era maçom iniciante. José Bonifácio e D. Pedro I eram maçons. A fase da República também teve influencia da maçonaria, pois o Marechal Deodoro era maçom. Com certeza a lista no Brasil é bem mais intensa e podemos incluir algumas instituições filantrópicas muito conhecidas, que usam esta “capa” para esconder seus verdadeiros objetivos.


Alguns Símbolos Maçônicos

- Anel maçônico e Pentáculo






O primeiro símbolo, o anel maçônico é definido pela maçonaria como o sinal distintivo do venerável mestre, uma vez que esotericamente representa a justa medida. Eles dizem ainda que a letra “G” é o símbolo de Deus, o geômetra, e ainda significa Deus em vários idiomas (God em inglês, Gas em siríaco e Gott em alemão.
Mas a letra G também define a palavra Goat (bode em inglês), o mesmo animal colocado no centro do pentagrama invertido, principal símbolo do satanismo, como vemos a seguir:


Esta imagem representa pentáculos. Um deles está mais escuro do que o outro. O pentáculo mais escuro é o pentáculo maligno, com 2 pontas para cima e uma para baixo (representando a negação da santa trindade). O pentáculo de tonalidade mais clara com uma ponta para cima representa a estrela do bem (Lúcifer). Isso prova que a maçonaria serve tanto a Lúcifer quanto a Satanás.

Ainda no anel maçônico vamos encontrar um compasso e um esquadro. O compasso e o esquadro reunidos tem sido mais antiga bem como a mais comum representação da Instituição Maçônica. Tanto se apresentou este símbolo compasso-esquadro, que ele é prontamente reconhecido, até mesmo pelos profanos (pessoas não iniciadas na Maçonaria). É o sinal distintivo do Venerável Mestre (Presidente da Loja) uma vez que esotericamente representa a "Justa Medida". O Compasso é considerado um Símbolo da espiritualidade e do conhecimento humano. Sendo visto como Símbolo da espiritualidade, sua posição sobre o Livro da Lei varia conforme o Grau. No Grau de Aprendiz, ele está embaixo do esquadro, indicando que existe, por enquanto, a predominância da matéria sobre o espírito. A abertura indica o nível do conhecimento humano, sendo esta limitada ao máximo de 90º, isto é ¼ do conhecimento. A sua Simbologia ainda é muito mais variada, podendo ser entendido como Símbolo da justiça, com a qual devam ser medidos os atos humanos. Simboliza a exatidão da pesquisa e ainda pode ser visto como Símbolo da imparcialidade e infalibilidade do Todo-Poderoso.
O primeiro instrumento passivo e companheiro por excelência do Compasso é o Esquadro. Seu desenho nos permite traçar o ângulo reto e, por tanto, esquadrejar todas as formas. Deste modo, é visto como Símbolo, por excelência, da retidão. É também a primeira das chamadas Jóias Móveis de uma Loja, constituindo-se na Jóia do Venerável, pois, dentre todos, este deve ser o mais justo e eqüitativo dos Maçons. O Esquadro, ao contrário do Compasso, representa a matéria; por isso é que, em Loja de Aprendiz, ele se apresenta sobre o Compasso. Predominância da Matéria sobre o espírito. 

- O Delta Luminoso
Também chamado de Triângulo Fulgurante, representa na Maçonaria o Supremo Criador de todas as coisas, cujo olho luminoso é o Olho da Sabedoria e da Providência, que observa tudo que vê e provê. Ele simboliza também, os atributos da Divindade: Onipresença, Onividência e Onisciência, que o verdadeiro maçon tem como lembrete divino de sua suprema relevância para sua vida. Esse símbolo é o mesmo olho de horus descrito no primeiro post deste blog e está presente também nas notas de um dólar americano.







Para os satanistas o Olho de Horus ou “Olho Que Tudo Vê” é um poderoso amuleto protetor.

“Já que o olho que tudo vê representa o Osíris egípcio, vejamos quem é Osíris. Ele cometeu incesto com sua irmã Ísis, o que resultou no nascimento de Hórus... o deus egípcio dos mortos, bem como um deus-sol... Osíris é conhecido por muitos outros nomes em outros países... Na Trácia e na Grécia, era conhecido como Dionísio, o deus dos prazeres, das festas e do vinho... Os festivais realizados em homenagem a Dionísio freqüentemente resultavam em sacrifícios humanos e ritos sexuais orgiásticos. Os frígios conheciam Osíris como Sabásio, e ele era adorado como a divindade solar (um deus-sol) que era representada por chifres e tinha como emblema uma serpente. Em outros lugares, ele era conhecido por outros nomes: Deouis, Júpiter-menino, Órion, Saturno, Plutão-menino, Iswara, o Alado, Ninrode, Adônis, Hermes, Prometeu, Poseidon, Butes, Dardano, Hímero, Ímboro, Iaso, Zeus, Iaco, Hu, Thor, Serapis, Ormuz, Apolo, Tamuz, Atus, Hércules, Xiva (ou Shiva), Moloque e, acredite se quiser, BAAL!" [Burns,Masonic and Occult Symbols Illustrated, pág. 359; ênfase no original].



-  Baphomet ou bode hermafrodita de Mendes

Baphomet -- "Os gnósticos sustentavam que ele [o agente universal] compunha o corpo ígneo [respeitante ao fogo] do Espírito Santo, e era adorado nos ritos secretos do Sabá ou do Templo sob a figura hieróglifa do Baphomet ou o bode hermafrodita de Mendes." [Pike, op. cit. pg 734, Ensinos do Vigésimo Oitavo Grau; ênfase adicionada]


            É incrível. Os maçons retratam o Espírito Santo com o símbolo de Baphomet que foi criado por Eliphas Levi, um dos maiores satanistas de todos os tempos. Note que Baphomet é hermafrodita, macho e fêmea ao mesmo tempo. Possui seios e um falo (pênis) ereto que é entrelaçado por duas serpentes. No livro Masonic and Occult Symbols Illustrated, o Dr. Burns diz, "Em um livro sobre feitiçaria, The Complete Book of Withcraft and Demonology... a legenda diz que ele é 'o deus cornífero dos feiticeiros, o símbolo do sexo encarnado'" [pg 51]. Observe ainda que o Baphomet está fazendo o sinal da tríade do Diabo com sua mão direita. "Baphomet é também conhecido como bode sabático, em cuja forma Satanás deve ser adorado nos sabás dos feiticeiros." [Frank Gaynor, Dictionary of Mysticism, Nova York, Philosophical Library, 1953, pg 24]
            Baphomet também é o símbolo oficial da igreja de satanás [The Occult Emporium, Winter, 1993-1994, pg 54] e que a figura está no manto vestido pelo sacerdote de Satanás [Ibidem, 1990-1991, pg 26]


- A capital Americana (Washington) foi totalmente projetada com símbolos maçônicos
Esse projeto foi criado por um maçom francês, Pierre Charles L'Enfant. Quando você olha atentamente, pode ver o pentáculo ao norte da Casa Branca e os instrumentos da Maçonaria conectando a Casa Branca com o Congresso. Reproduzimos o projeto do mapa vencedor, a seguir, que foi modificado somente um pouco no projeto de L'Enfant, e traçamos os símbolos maçônicos em cores. Nota: a rua que forma a parte superior do esquadro não está visível nesse mapa, mas ela existe hoje.






DECLARAÇÕES DE ALBERT PIKE




Para encerrar essa parte do estudo vou citar algumas declarações desta importante personalidade para os maçons.



No livro “Moral and Dogma of the Ancient and Accepted Scotish Freemasonry” (Manual de Maçonaria), Albert Pike faz uma série de declarações satânicas, que destacamos a seguir:
.Lúcifer, o portador da Luz! Lúcifer, o filho da manhã! É ele que traz a luz e que com seus esplendores intoleráveis, cega as almas frágeis, sensuais e mesquinhas? Não duvides!. 

Perceba que Albert Pike refere-se a Lúcifer como quem traz a luz para a Maçonaria.

Que Deus possa abençoar a sua vida.
Até o próximo post.

MM. Sylas Motta